ARQUIVO

BUSCA

Coisas de fotógrafo de rua

Publicado quinta-feira, 12 de março de 2015

1 comentários

Uma coisa fundamental à nós “fotógrafos de rua”, é estar sempre ligados em cenas “passageiras” ou na “angulação do olhar”. Isto quer dizer, fotografar na forma em que vimos a cena daquele determinado ângulo e momento. Um pouquinho para frente, para o lado, para cima, para baixo, já não é a mesma coisa. Daí a importância em estar com uma câmera fotográfica ou um celular em mãos. As coisas vivem acontecendo a todo instante. O ver e o retratar, é questão de sorte e treinamento. Por isto é importante estar sempre atento, mesmo quando não estiver munido de câmera. Isto faz parte do treinamento do olhar.

A foto postada, é prova do acima descrito. Dia desses, caminhando sem compromisso com a fotografia, ao atravessar uma rua em uma cidade das Minas Gerais, me deparei frente a frente com a cena. O que me chamou atenção, foi a seta fixada no vidro de uma loja. Seus dizeres. Sua posição na altura da cueca apontada em direção ao banner da lingerie. Afinal, tudo alinhado e pronto para o registro. As coisas acontecem e nossas mentes captam em milionésimos de segundos.

De sorte, como estava com uma câmera, parei antes da calçada para registrar a cena. Virou uma foto “cômica”.

Acreditem ! foi só um “click”. Havia só um ângulo. O de frente. A posição exata em que avistei a cena. Se estivesse caminhando na calçada, ao lado dela, poderia até ver os objetos separadamente, jamais o “conjunto da obra” e nada teria acontecido. Coisas de “fotógrafo de rua”.

 

 

Comentários - 1
Ary - 01/04/2015
Ângulo perfeito, lugar certo, horário exato. Disparo sensacional. Tremenda fotografia !